Bebê a Bordo: Expectativas de Viagem

Somos uma familia que viaja muito junto. E quando viajamos procuramos conhecer muito bem os lugares pra onde vamos. Já fomos pra Austrália, Nova Zelândia, Africa do Sul, Camboja, Thailandia, Europa em geral…. Sempre acordando cedinho e indo dormir bem tarde, sem descanso, pra dar tempo de conhecer tudo… Ufa!!!

Mas essa viagem começou diferente… temos uma nova integrante nas nossas excursões. Continuamos acordando cedinho, mas  diferente das outras viagens, vamos dormir cedinho também. No final de um dia como hoje (aqui são 18:45) tudo o que a gente quer é cama!!!!

A nova integrante em questão tem 1 ano e 8 meses e muuuuita energia!!!

Escolhemos a Inglaterra porque era um país que queríamos conhecer. Não fizemos o roteiro pensando no que seria legal pra ela. Ao contrário, integramos Ana à nossa rotina,  aos nossos programas e ela está adorando. No final das contas ela não vai ter lembrança de nada. O que vão ficar são as histórias que vamos contar pra ela mais tarde e as fotos. Por isso, tirem muuuuitas fotos.

Uma coisa muito importante quando se viaja com um bebê, é diminuir as expectativas. Se você é como nós e realmente gosta de conhecer e aproveitar o lugar visitado, se prepare emocionalmente e planeje muito bem sua viagem antes.

Veja quais são os lugares imperdíveis que vocês não podem deixar de ir e os lugares que você gostaria de ver. Você provavelmente vai conseguir no máximo cumprir metade do roteiro planejado. E está tudo bem. O ritmo com um bebê a bordo é totalmente diferente. Bebê cansa, bebê chora, bebê tem que comer, trocar.. Bebê quer colo, bebê quer correr pela rua.. Enfim, bebês tem vontades e necessidades próprias e não adianta lutar contra isso.

Sabe aquela visita de 3 horas que você costumava fazer no maior museu da cidade? Vai durar no mááááximo 1 hora e meia. E olha que estou sendo otimista.

Outra coisa muito importante é ter paciência, disposição, agilidade, preparo físico e muuuuita atenção. Criança que começou a andar, não quer ficar no carrinho. Quer colo ou chão. No caso do colo nos dividimos pra carregar a chumbinho de 12kls por aqui. Mas às vezes, ela quer colo de pai e mãe. Não adianta. O bom é que na maior parte do tempo, elas querem mesmo é correr por aí. Por isso inclua nos passeios lugares que tenham calçadões , igrejas, lugares sem carro (a Ana já sabe que quando estamos numa calçada ao lado de uma rua com carro, é colo ou carrinho… pode chorar, espernear, mas não tem negociaçāo). Eles andam sem sentido, pra onde der na telha.. param pra ver uma florzinha, pra correr atrás de uma pomba, pra sentar num degrau.

A atenção tem que ser redobrada quando a criança está livre, leve e solta no chão. Por aqui tem sempre alguém responsável por ficar de olho nela 100% do tempo, sem piscar, sem olhar obra de arte ou ponto turístico. É olho na baixinha o tempo todo e muita disposição pra correr atrás. Meu Deus, como eles são rápidos.

Bom, essas são algumas das considerações iniciais. Você provavelmente acabou de desistir de viajar com uma criança.

Mas quando você escuta essa gargalhada e vê a felicidade dela correndo, descobrindo e se divertindo com tanta novidade, você vê que vale a pena.

IMG_4180

Que vale a pena não cumprir o roteiro, que vale a pena o cansaço físico e emocional.. Afinal, o melhor da viagem é a companhia dessa pequena que trouxe um novo ritmo e um novo olhar pra coisa mais deliciosa do mundo, que é viajar!!!

A noite conto o nosso roteiro e como foi nosso dia ontem!!!

Ps: Primeira vez que venho a Londres e não vou sair pra jantar num restaurante badalado. Jantar agora é no hotel, com um bom vinho ou muuuuita cerveja pra finalmente relaxar. Quer dizer, relaxar um pouco, porque a qualquer momento ela vai sair correndo pelo restaurante…. mas essa experiência eu conto amanhã. Boa Noite!!!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>