A Aldeia dos Contos de Fadas e dos Monstros

Como sábado acordou mais friozinho, resolvemos fazer um programa típico suíço: comer Fondue. E escolhemos, claro, o lugar que tem o fondue mais famoso do mundo, a cidade de Gruyères.

IMG_3508

A ida á pequena cidade já valeria a pena só pelo fondue de queijo que dá nome a cidade. Mas além de se comer muito bem, o vilarejo parece uma aldeia dos contos infantis.

Gruyères é uma vila medieval que se forma ao longo de uma colina. Enquanto você sobe, passa por várias casinhas fofas, todas com as sacadas floridas nessa época do ano. Já no inverno, elas ficam cobertas de neve. Lindo também!

IMG_3262 IMG_3261 IMG_3267

Tem vários restaurantes que servem comidas feitas com o queijo mais famoso da cidade. Nós no caso, escolhemos o Le Chalet.

IMG_3476

Bem típico, parece uma taberna com suas mesas de madeira e cortinas vermelhas e brancas nas janelas. Num clima aconchegante, as atendentes vestem trajes típicos, o que faz você se sentir realmente na era medieval. Diferente do fondue brasileiro que é servido apenas com pão, o suíço é servido também com batatas cozidas. Para acompanhar um fendant (vinho branco). Dos deuses.

Pra completar, no topo da montanha, onde termina o vilarejo, tem um lindo castelo que pode ser visitado. Literalmente um conto de fadas vivo para as crianças.

gruyere

E pra quem acha que acabou, tem ainda  o museu HR Giger, para os maiores. Quem foi HR Giger? O criador dos monstros do filme Allien. Mesmo para quem não conhece o filme, o museu empolga com seus monstros surreais e futuristas. Na frente fica um pub que faz parte do museu. Comer lá dá a impressão de que você entrou no fantástico mundo dos alienígenas, ou mesmo dentro do Castelo de Grayskull. Uma experiência inesquecível para os maiorzinhos aventureiros.

giger giger-2

Um passeio delicioso para todas as idades.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>